fbpx
Bem-vindo(a)!
+55 (11) 99944 2309

O vínculo: sua importância, suas particularidades

13.01.2021
Autismo Cuidados Dica Outros transtornos Sinais

Neste texto vamos falar sobre a importância do vínculo dos pais com os filhos com desenvolvimento atípico. Independentemente das dificuldades que ele apresentar, é importante que você diga para ele quanto o ama, exatamente do jeitinho que ele é. Todos nós somos imperfeitos, e é justamente o vínculo com nossos amigos e familiares o que nos permite evoluir.

A criança com desenvolvimento atípico precisa saber que é amada. É importante que você sempre ressalte o quanto ela é bem-vinda naquela família.

O vínculo

É verdade: muitas vezes nos frustramos com os comportamentos dos nossos pequenos. Não se trata de negar isso, ou de impor somente afetos positivos. No entanto, também nos orgulhamos deles e só queremos o seu bem. Por isso, é sempre bom dizer a eles o quanto os amamos e quanto orgulho eles nos dão. Isso pode ser bastante significativo, principalmente em crianças que ainda não conseguem falar ou descrever seus sentimentos.

O vínculo entre pais e filhos sempre se manifesta da mesma forma?

Cada um tem suas peculiaridades, e isso influencia no modo como amamos e criamos vínculos com os outros. Dessa forma, as manifestações de amor nem sempre são as mesmas. Por esse motivo, é importante reconhecê-las em nossos pequenos da forma como são! Autistas, por exemplo, às vezes demoram mais tempo para internalizar comportamentos sociais, e por isso nem sempre nos comunicam seus afetos da forma que esperávamos. Contudo, isso não quer dizer que não nos amam!

Pelo contrário: este vínculo existe, ele só é diferente. Assim, é importante saber se adaptar à forma com que nossos pequenos nos amam, para que eles também se adaptem à nossa. Precisamos, então, aceitar os traços atípicos dos nossos pequenos, criando um ambiente propício para que seu vínculo com a gente possa se desenvolver plenamente!

Mostrando e reforçando o amor

Outra dica importante é pontuar para a criança todas as coisas legais que ela fizer. Às vezes nosso dia é tão exaustivo e estamos tão cansados, que, quando chegamos em casa, simplesmente esquecemos de elogiar nossos pequenos. Muitas vezes estamos tão frustrados, que esquecemos de dizer: “eu gosto quando você faz isso”, “eu fico muito feliz quando você faz aquilo”.

Mesmo que a criança pareça ignorar, mesmo que ela saia aparentemente sem entender o que você está dizendo, ainda assim é importante que você fale sobre os momentos bons. Quando dizemos algo com afeto, também esse afeto é passado à criança. Por isso, a comunicação dos momentos positivos é algo bom por si só!

Sabe aquela hora que a criança está molinha na cama, já quase dormindo? Fale para ela o quanto você a ama, o quanto você gosta dela e o quanto é bom tê-la na sua vida. do jeitinho que ela é. No final do dia, quando estamos prontos para dormir, é sempre legal fazer um compilado dos comportamentos que queremos reforçar: mostre para o seu pequeno que você nota a sua evolução, e que nem mesmos menores passos que ele dá te passam despercebidos.

Pode falar tudo, mesmo que você ache que a sua criança esteja dormindo. Por mais que não tenha a certeza se ela está ou não de fato ouvindo, o importante é que você sempre ressalte o quanto ela é bem-vinda naquele lugar e naquela família.

Prefere assistir a esse conteúdo em formato de vídeo? É só clicar abaixo:

1

Autor(a): Equipe Instituto Singular

Psicólogas e Terapeutas

Esta dica foi escrita em conjunto por algumas psicólogas e terapeutas do Instituto Singular. Todos os artigos deste site são escritos por profissionais especializados em autismo e desenvolvimento infantil.

Família toda distraída no celular
Anterior

Internet: como manter o equilíbrio?

Garota com folha sentada na janela
Próximo

Autismo leve